Estilo de Vida


Você já sofreu com ‘dor nos cabelos’? Entenda o problema

Saiba como prevenir o problema constantemente descrito dessa forma, mas que, na verdade, atinge o couro cabeludo e é causado principalmente pela falta de cuidados com os fios


Você já sofreu com ‘dor nos cabelos’? Entenda o problema

Dor nos cabelos. Apesar de estranha, esta é uma reclamação muito comum em consultórios e cabeleireiros. Mas, ao contrário da queixa de muitos, não é exatamente o seu cabelo que está doendo, mas sim a pele da área perifolicular, ou seja, a região em volta de cada fio, poro ou folículo.

O que causa a “dor nos cabelos”?

Existem várias causas para a sensação dolorosa no couro cabeludo ou tricodínea e é sempre importante avaliar a queixa, pois ela pode preceder quadros de queda intensa.

Esse problema também é agravado pelo uso frequente de penteados como rabos de cavalos, tranças e até mesmo coques para dormir.

Dor nos cabelos

Foto: © macniak via Canva.com

Quando usamos penteados que tracionam a raiz dos cabelos, o resultado é uma inflamação ao redor dos pelos que, se for crônica, pode resultar em casos de alopecia definitiva. Isso acontece, também, com o uso de apliques muito apertados.

Outra causa da “dor nos cabelos” é por conta de estados inflamatórios do couro cabeludo, como a dermatite seborreica, que podem agravar ainda mais o problema. Dessa forma, o excesso de oleosidade deve ser combatido.

Mas existem também outras causas para o problema. Temos quadros de ansiedade generalizada ou distúrbios psiquiátricos e o aumento da substância P, produzida no sistema nervoso central e relacionada aos mecanismos de dor.

Hoje é questionado ainda se a rosácea em couro cabeludo não ocasionaria o quadro. Outros estados inflamatórios do couro cabeludo podem estar igualmente relacionados, como a psoríase e dermatites. Diante de uma queixa tão complexa, a avaliação com especialista é fundamental. Somente um dermatologista ou tricologista poderá investigar o problema e prescrever o melhor tratamento.

Dor nos cabelos

Foto: © Farina2000 via Canva.com

E como evitar o problema?

É possível prevenir o problema através de cuidados básicos, como evitar usar elásticos para prender os cabelos, optando por penteados mais soltos; evitar o uso de apliques por mais que três meses consecutivos e sempre realizar o procedimento com mechas finas e manutenção frequente.

Mas, afinal, de quanto em quanto tempo deve-se lavar os fios para evitar o problema? Tudo depende do seu tipo de cabelo. Cabelos mais finos e lisos, por exemplo, devem ser lavados mais frequentemente, já que produzem mais óleo, enquanto pessoas de cabelo crespo e grisalhos podem deixar um espaço maior entre uma higienização dos fios e outra.

De forma geral, pessoas de cabelo oleoso devem lavar os fios todos os dias ou em dia alternados. Já quem tem cabelos secos ou grossos deve realizar a higienização a cada dois ou três dias. No entanto, se o cabelo estiver sujo por suor, no caso dos praticantes de atividade física diária, ele deve ser lavado, ainda que com um xampu suave.

Fonte: Kédima Nassif, dermatologista.

Crédito fotos: Canva.com

Veja também
Isolamento social pode estar contribuindo para a saúde das unhas
Cuidados com a pele dos 20 aos 50+
Por que jovens podem ter cabelos brancos?




Clique aqui e veja todas as matérias

Veja Mais...








Clique aqui e veja todas as matérias